Medição de cor

Qual ângulo de iluminação é ideal para avaliar a cor de suas amostras?

Um objeto pode parecer mais brilhante, fosco, mais claro ou mais escuro, dependendo do ângulo no qual ele é visualizado.

Isso ocorre porque os ângulos de visualização afetam diretamente a forma como a luz é refletida do objeto para os nossos olhos. Para avaliar e controlar a cor usando um método padronizado, a luz deve refletir do objeto sempre no mesmo ângulo em cada avaliação.

Instrumentos de medição de cor, incluindo espectrofotômetros e colorímetros, iluminam o objeto em determinados ângulos para detectar sua cor. O ângulo em que o objeto é iluminado e o ângulo em que é a luz é detectada é chamado de geometria óptica do instrumento. A geometria do instrumento influencia onde a cor do objeto é posicionada no espaço de cor e pode gerar resultados de medição diferentes de outros instrumentos com geometrias distintas.

Para identificar qual geometria é ideal para avaliação e controle da cor, deve-se entender como cada uma delas ilumina o objeto e detecta sua cor. Abaixo, descrevemos as geometrias mais comuns utilizadas na construção dos instrumentos de medição.

Sistemas de iluminação unidirecionais: 45°/0°, 0°/45°

Esses sistemas de iluminação unidirecional iluminam o objeto a partir de uma direção ou ângulo, e excluem qualquer luz especular refletida. Instrumentos com este tipo de geometria são sensíveis às condições de superfície, tornando-o ideal para os usuários interessados em medir a aparência de cor de uma amostra em vez de sua “verdadeira” cor. Por exemplo, um objeto brilhante tingido de azul marinho cairia em uma região mais escura, e mais saturada do espaço de cor, enquanto que um objeto de superfície áspera tingido da mesma cor azul cairia em uma região mais clara e menos saturada do espaço de cor.

Calibração de Cor Konica Minolta

Sistemas de iluminação unidirecionais são ideais para:

Avaliações de controle de qualidade para garantir que cada lote de material mantenha a consistência na aparência de sua cor e atenda às especificações padrão
Medição da aparência de amostras com superfícies brilhantes
Comparação das amostras com a mesma textura, brilho ou condição de superfície, garantindo a consistência na aparência de sua cor

Há dois tipos comuns de sistemas de iluminação unidirecionais, incluindo 45°/0° e 0°/45°. Um instrumento com geometria 45°/0 ilumina o objeto a partir de um ângulo de 45 graus e detecta a luz refletida em 0 grau. Um instrumento com geometria 0°/45 ilumina o objeto em 0 grau e detecta a luz refletida em um ângulo de 45 graus.

Sistemas de iluminação difusa por esfera de integração d/8°

Sistemas de iluminação difusa por esfera de integração iluminam o objeto uniformemente de todas as direções ou ângulos. Instrumentos com este tipo de geometria podem realizar medições no modo Componente Especular Incluído (SCI) ou no modo Componente Especular Excluídos (SCE), tornando-o ideal para medir a “verdadeira” cor de uma amostra e a aparência de sua cor (por exemplo, efeitos de brilho).

Sistemas de iluminação difusa são ideais para:

Formulação de receitas para acerto de cores e cumprimento dos padrões de qualidade de cor (modo SCI)
Medição da cor de amostras com textura, áspera ou superfícies irregulares
Comparação de amostras com diferentes texturas e condições superficiais para assegurar a consistência da sua cor

No sistema de iluminação d/8°, onde “d” significa difusa, o instrumento ilumina o objeto a partir de direções difusas e detecta a luz refletida em um ângulo de 8 graus.

Ao decidir qual geometria melhor atende as suas necessidades de aplicação é importante lembrar:

Para avaliar apenas a aparência da cor de uma amostra, um sistema de iluminação unidirecional é tipicamente a geometria escolhida.
Para avaliar a “verdadeira” cor de uma amostra, um sistema de iluminação difusa com Componente Especular Incluído (SCI) é a geometria de escolha. Para avaliar a “verdadeira” cor de uma amostra e sua aparência são necessários, sistemas de iluminação difusa com Componente Especular Incluído (SCI) e Componente Especular Excluídos (SCE).

Fonte: Konicaminolta Sensing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *